Minimalismo.. por quê adotar?

Passo inicial para uma nova jornada

A forma mais clichê de se começar um blog é justamente começar com uma postagem sobre o por quê de escrever sobre determinado assunto. E é um pouco disso que você lerá breviamente no próximo parágrafo.

O blog na nasceu da ideia de documentar a minha iniciativa em me tornar um minimalista. Após pouco mais de um ano lendo sobre o assunto, eu decidi começar a por esse estilo de vida em prática. Sim, minimalismo é sim um estilo de vida.

É fácil encontrar várias vertentes na vida minimalista. Principalmente pela ideia de que um minimalista abre mão de tudo para viver do mais simples possível. Eu acredito que, acima de tudo, o Minimalismo propõe a ideia de repensar o modo como você consome bens materiais ao invés de aproveitar as conquistas de uma forma mais pura. É essencialmente uma ideia de consumir menos, mas com maior qualidade.

Aliás, repensar a forma como tratamos nosso consumismo é primordial para uma saúde financeira mais equilibrada e prazerosa.

Mas afinal, o que uma vida minimalista te ensina?

  • Consumo consciente: do que comprar e, o mais importante, quando comprar;
  • Apreciar pequenos detalhes em pequenas formas ao seu redor;
  • Maior controle sobre seu dinheiro;
  • Liberdade para fazer suas escolhas;

Em contrapartida, existem alguns mitos que precisam ser esclarecido sobre o minimalismo. O que você não precisa fazer para levar uma vida minimalista:

  • Você não precisa viver com o mais simples e pior celular do mundo;
  • Você não precisa parar de comprar certas marcas de roupas;
  • Você não precisar vender seus meios de locomoção e andar apenas a pé;
  • Você não precisa esquecer a internet e meditar ou ler um livro todo o tempo;

O minimalismo te entrega o poder da escolha. O que você fará com esse poder é o que define que tipo de pessoa você quer ser consigo mesmo.

Mova-se! Permita-se!

Deixe uma resposta